“O que temos de melhor aqui são as pessoas”.

Como estudante do curso de Comunicação Social – Jornalismo na Universidade Federal de Viçosa (UFV), foi dada à minha turma a incumbência de realizar entrevistas com presidentes de associações de bairros da cidade, afim de que conhecêssemos mais a fundo seus problemas, iniciando a interação com os cidadãos viçosences e dando voz a relevantes causas defendidas por esses. Segue a entrevista com Marcos Barbosa, do bairro Santo Antônio. Por Ana Luísa Mayrink e Mariana Rocha.

“O que temos de melhor aqui são as pessoas”

Marcos Barbosa, 42 anos, criado desde o nascimento no Santo Antônio, trabalha como técnico no departamento de física da Universidade Federal de Viçosa, preside da Associação de Moradores de seu bairro pela segunda vez, e fala com detalhes sobre os problemas enfrentados em seu bairro e os desafios de se administrar a associação.

Para que tenhamos um panorama de seu bairro, podemos traçar um perfil, levando em conta a infraestrutura, o número de habitantes, etc.?

Marcos Barbosa – O Santo Antônio hoje possui cerca de 8.500 habitantes, distribuídos em 64 ruas. Contamos com dois PSF’s, e uma escola pública. As calçadas estão em condições ruins, ou são inexistentes, e também não há posto policial.

Quais são os problemas do bairro?

MB – Além de problemas de infraestrutura, como a falta de calçadas e as péssimas condições de nossa escola, por exemplo, temos problemas com violência e drogas.

E o que tem sido feito para a melhoria?

MB – Com relação às calçadas e asfaltos, a associação vem fazendo o que pode para pavimentar as ruas. Já se tratando das drogas, a polícia está informada, e foi solicitado um posto policial aqui, mas a demanda por tais serviços é maior do que a oferta. Na verdade, uma viatura fixa por aqui resolveria, nem que fosse só pra intimidar, já que esse é um problema focalizado em apenas dois pontos do bairro, o Morro da Coruja e ao lado da Pathernon. A escola esteve caindo aos pedaços nos últimos anos. Em 2008 uma reportagem foi feita por alunos de jornalismo da UFV mostrando a situação. Após sua exposição, propôs-se um mutirão, mas algumas pessoas que eram as responsáveis por cuidar do levantamento de fundos para reformas se sentiram ofendidas, então se obteve a verba no fim do ano de 2011. Agora a associação pretende fiscalizar a aplicação do dinheiro, que fica a cargo da administração da própria escola.

No mais, temos feito reivindicações pela a instalação de unidades de lazer e interceptação do esgoto, além de melhorias na infraestrutura.

O que a associação faz para melhorar a relação com os moradores do bairro?

MB – Os administradores anteriores deixaram muito a desejar aqui na associação, porque eles eram presidentes, mas não iam a reuniões e nem reivindicavam melhorias. Durante muito tempo isso aqui ficou estagnado. No meu mandato, passamos a realizar eventos culturais, como festas juninas, sábado cultural, tudo com a participação dos moradores, primando pela integração dos mesmos. Eles são o que temos de melhor por aqui, as pessoas.

Como é a relação com a prefeitura, UMAM e partidos?

MB – A nossa relação com a UMAM é muito boa, só faltamos até hoje a uma reunião, por motivos pessoais. Acredito que o que falta é a UMAM colocar mais “a cara a tapa”, fazer mais movimentações, agir mais, já que ela tem muito mais força para conseguir as melhorias que precisamos, é ela quem deve articular com a prefeitura. A associação não possui partido, ela cobra da administração vigente, seja ela A ou B, melhorias, afinal, todos lá pagam seus impostos.

Por fim, quais são as realizações de seu mandato, em linhas gerais?

MB – São as reivindicações que fizemos. Tornamo-nos mais atuantes do que éramos antes, e. portanto, pudemos mostrar nossos problemas e cobrar soluções.

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s